Page 102 of 125 FirstFirst ... 252779293949596979899100101102103104105106107108109110111112 ... LastLast
Results 2,021 to 2,040 of 2495

Thread: Português (Portuguese)

  1. #2021
    Legio_Italica's Avatar Lost in Limbo
    Civitate Gaming Staff Praefect

    Join Date
    Dec 2008
    Posts
    4,232

    Default Re: Português (Portuguese)

    Obrigado..... Talvez que portuguêse seja mais difícil que cria eu

    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    Já o vi há muitos anos. É um grande filme.
    Sempre gostei de filmes com contexto social; mas na Europa já lá vai o tempo dos bons filmes do neo-realismo italiano, dos filmes franceses e italianos com uma vertente humana e de crítica social. Do cinema Americano gosto particularmente de Elia Kazan (On the Waterfront), Chaplin, O.Welles. Os meus preferidos "western classic" são Shane e High Noon.
    Mas hoje em dia são tudo filmes virados para o espectáculo puro. Catástrofes, dinossauros, meteoros a destruir mundos, assassinos à solta, e por aí fora...
    A maioria dos filmes estrangeiros que tenho visto são franceses e espanholes. Desfruto estes últimos mais porque os anteriores, amiúde, pareçam-me muito estranhos (No estoy seguro cómo se usen palabras como “último/anterior“ o “former/latter“ en portugués. I want to say “I enjoy the latter - Spanish movies - more because the former - French movies - are oftentimes very strange). Parece que os filmes franceses usem temas e histórias muito extremas para competir com o cinema americano; filmes como “Martyrs,“ “Amour,“ “Caché,“ e “Irréversible.“ São muito dementes e depressivos, e por isso, já não vejo filmes como issos e sou cauteloso do cinema francês. Por suposição, esses filmes sejam “comentários sociais,“ mas ainda tendo crer que sejam feitos principalmente por o valor do choque ou susto.

    Também, tenho outra pergunta:

    http://www.youtube.com/watch?v=yBxmje3rwqc

    Diverte-me o comediante espanhol que chama-se Goyo Jiménez, porque fala muito dos americanos e as diferenças entre eles e os espanholes. Às vezes, eu não entenda o humor, mas o que interessa-me são os hábitos culturais espanholes e o que Jiménez liga com americanos. Por exemplo, em seus monólogos, amiúde refira a idéia que espanholes são supersticiosos, apreensivos e malcriados, e os americanos são valentes e estoicos. É provável que exagere como parte da piada, mas pondero se, em suas (tus?) experiências, tenhas observado aspectos das culturas portuguesas ou latinas em geral que são parecidos como os que Jiménez atribue aos espanholes.

  2. #2022

    Default Re: Português (Portuguese)

    Aqui fica a minha correção:
    Quote Originally Posted by Legio_Italica View Post
    Obrigado..... Talvez que portuguêseo português seja mais difícil que cria eu do que eu pensava


    A maioria dos filmes estrangeiros que tenho visto são franceses e espanholesespanhóis. Desfruto Gosto mais (embora a palavra "desfruto" não esteja incorrecta, ela raramente é usada em Portugal neste contexto) destes últimos porque os anterioresprimeiros, amiúdefrequentemente, pareçam-me parecem-me muito estranhos Parece que os filmes franceses usemusam temas e histórias muito extremas para competir com o cinema americano; filmes como “Martyrs,“ “Amour,“ “Caché,“ e “Irréversible.“ São muito dementes e ??? depressivos, e por isso, já não vejo filmes como issosesses e sou cauteloso doem relação ao cinema francês. Por suposição (os espanhóis usam muitas vezes a expressão "por supuesto", mas em Portugal essa expressão traduzida para português nunca é utilizada numa conversa casual) Esses filmes sejamsão “comentários sociais,“ mas ainda tendo a crer que sejam eles são feitos principalmente por o valor do para causar choque ou susto.

    Quote Originally Posted by Legio_Italica View Post
    Também, tenho outra pergunta:

    http://www.youtube.com/watch?v=yBxmje3rwqc

    Diverte-me o comediante espanhol que chama-se Goyo Jiménez, porque fala muito dos americanos e as diferenças entre eles e os espanholes. Às vezes, eu não entenda o humor, mas o que interessa-me são os hábitos culturais espanholes e o que Jiménez liga com americanos. Por exemplo, em seus monólogos, amiúde refira a idéia que espanholes são supersticiosos, apreensivos e malcriados, e os americanos são valentes e estoicos. É provável que exagere como parte da piada, mas pondero se, em suas (tus?) experiências, tenhas observado aspectos das culturas portuguesas ou latinas em geral que são parecidos como os que Jiménez atribue aos espanholes.
    Bem, isso são ideias preconceituosas. Parece-me muito difícil encontrar um conjunto restrito de características que definam todos os americanos ou espanhóis. Da mesma forma, também é difícil encontrar duas ou três características que definam todos os portugueses ou todos os falantes de língua portuguesa.
    Ainda assim, os preconceitos que mais vezes são associados aos portugueses são a saudade (the word "saudade" has no direct translation in English. It describes a deep nostalgic feeling), a tristeza e a passividade. Caso não o saibas, nós vivemos uma depressão coletiva desde 1578: http://en.wikipedia.org/wiki/Sebastianism
    Last edited by Boicote; October 19, 2013 at 06:40 PM.

  3. #2023

    Default Re: Português (Portuguese)

    Conhecem a algumas professores que se apareçam como essa? Eu aprenderia muito mais rapidamente.
    Eu não, distrairia-me com certeza mais facilmente...

    Mas hoje em dia são tudo filmes virados para o espectáculo puro. Catástrofes, dinossauros, meteoros a destruir mundos, assassinos à solta, e por aí fora...
    No mainstream? com certeza. Mas ainda têm coisas muito boas, a industria audiovisual americana é um gigante, e produz imenso, e por isso só, leva a que exista muita "porcaria" e coisas muito boas pelo meio também.
    Confesso que é bastante interessante ver que na minha opinião, a TV tem produzido coisas mais maduras, para adultos, e o cinema ao contrário mais imaturo nas ultimas décadas.
    Embora eu seja como os porcos como de tudo, tenho notado esta mudança.
    Hum series de TV, como o The shield, Os sopranos, The wire, breaking bad, californication, sons of anarchy, mad men, boardwalk empire são na minha opinião bestiais.

    A já que estamos a falar do cinema europeu, confesso que sou um ávido fan do cinema alemão. Aconselho o goodbye lenine, the white ribbon, a vida dos outros, do outro lado( the edge of Heaven) de fatin akin, curiosamente com o olhar social dos imigrantes videndo na Alemanha. Entre muitos outros que agora não me recordo de momento.
    Last edited by Knight of Heaven; October 19, 2013 at 06:58 PM.

  4. #2024

    Default Re: Português (Portuguese)

    Estive a ver estatísticas da percentagem de abortos na europa e verifiquei que o numero de abortos em portugal, em 2010 dos mais baixos da europa juntamente com a polónia, subiu a pique.

    O número de suicidios também subiu notavelmente.

    Bem, limpámos com imensos fetos humanos e potenciais vidas, e tivemos um surto de suicidios, mas ao menos salvámos o euro e corrigimos o défice! Conseguimos! Viva o Euro e a União Europeia! Viva o Euro pelo que de bom nos trouxe! /sarcasmo




    ----------------------------------------------------------------------------------
    Já agora uma notícia interessante, não sei se o Ludicious já a tinha posto ou não..

    Alemanha ganha 40 biliões de euros com a crise do euro.

    http://www.spiegel.de/international/...-a-917296.html
    Last edited by fkizz; October 19, 2013 at 10:00 PM.
    It will be seen that, as used, the word ‘Fascism’ is almost entirely meaningless. In conversation, of course, it is used even more wildly than in print. I have heard it applied to farmers, shopkeepers, Social Credit, corporal punishment, fox-hunting, bull-fighting, the 1922 Committee, the 1941 Committee, Kipling, Gandhi, Chiang Kai-Shek, homosexuality, Priestley's broadcasts, Youth Hostels, astrology, women, dogs and I do not know what else.

    -George Orwell

  5. #2025

    Default Re: Português (Portuguese)

    Para ser franco o aborto quando era clandestino, é bem possível que não fosse quantificável eficientemente, ao contrário de hoje em dia como é óbvio. Eu acho que esses números dizem pouco por si só. É claro que por estimativa, faz sentido que tenha subido a pique, no nosso caso pela crise que já é claramente social.
    No da Polónia nem tanto.
    Para além de que, quem é que quer por filhos num país como este? especialmente nesta altura.
    Embora nem tudo tenha haver com a crise. Existem outros factores e fenómenos sociais e sazonais que podem influenciar nestes números.
    Já agora outra coisa com qual nos tínhamos orgulhado, em sermos um dos melhores da Europa, era no combate ao uso de drogas principalmente a heroína, e pelos vistos nos últimos anos o consumo disparou 30% da mesma, que tinha vindo a decrescer desde a década passada, com grandes resultados em termos sociais.
    Pelo menos temos um bom sistema de suporte no lugar, tanto nesta área como o do aborto, visto que em circunstancias normais os números seriam dos mais baixos da Europa, em ambos os casos. Em todo o caso, acredito que muitas destas pessoas tem melhores possibilidades de reverter novamente o que eram, dado que as estatísticas se baseiam nas pessoas que pedem ajuda nos centros de tratamento, isso por si só já é algo de positivo pelo menos.

    Mas não há dúvida com um grande numero de gente sem ocupação leva invariavelmente ao consumo de estas substancias.

    http://expresso.sapo.pt/numero-de-no...z-anos=f835215

    Bem, limpámos com imensos fetos humanos e potenciais vidas, e tivemos um surto de suicídios, mas ao menos salvámos o euro e corrigimos o défice! Conseguimos! Viva o Euro e a União Europeia! Viva o Euro pelo que de bom nos trouxe! /sarcasmo
    Eu acho que apesar de tudo trouxe muita coisa boa a Portugal. O que eu acho, é que se perdeu uma oportunidade histórica para Portugal corrigir as suas deficiências económicas, e de produtividade. Eu acho que nem a união europeia, nem nós próprios tivemos a visão ou a coragem para transformar a nossa economia a favor da produtividade, em vez da de consumo, e de serviços que a que temos agora, uma economia que é dependente do consumo e das PME é muito frágil à partida.
    Embora isso seja um cancro no ocidente na minha opinião na sua generalidade. Olhem para os estados unidos, e o Reino Unido.

    Fora isso Portugal evoluiu drasticamente, e rapidamente desde 1975 a todos os níveis é que diferença é abismal.
    A situação portuguesa actual foi algo que se foi construindo fruto de uma má gestão, e escolhas estratégicas erradas para a nossa economia. Que claro gerou e tem gerado outro tipos de problemas, como a promiscuidade e corrupção ligada ao poder politico, e poder económico. Não obstante, o estarmos fortemente dependentes do exterior.
    É curioso assistir às ideologias de direita dizendo que temos estado social a mais, quando nós temos em relação à receita do estado e população um dos números mais baixos de funcionários públicos da Europa. É preciso não esquecer que estes também geram riqueza para o estado. E a retórica de que os Portugueses não querem trabalhar por que lhes doem as costas, por isso contratam os tailandeses é a coisa mais absurda que já ouvi, até por que neste caso em especifico, é apenas um trabalho temporário mal pago, possivelmente nem legal, e é claro haja dignidade, é só em Portugal que os Portugueses parecem não querer trabalhar, irónico... Uma coisa que notei muito e talvez a grande diferença entre Portugal e o resto da Europa, é que lá fora as pessoas respeitam o trabalho uns dos outros e valorizam o teu trabalho. Aqui não. As pessoas tendem a ser mesquinhas, ou sonsas, tantos os patrões como os empregados. É uma questão de cultura comportamental em relação ao trabalho e emprego que noto que em Portugal ainda vivemos no tempo da outra senhora.
    Last edited by Knight of Heaven; October 20, 2013 at 06:14 AM.

  6. #2026
    Vítor Gaspar's Avatar Protector Domesticus
    Join Date
    Jul 2009
    Location
    Mui Nobre e Sempre Leal Cidade de Lisboa
    Posts
    4,396

    Default Re: Português (Portuguese)

    Saltando um pouco os temas que estão por aqui sendo falados (e bem-vindo Legio, já tinha falado contigo antes pelo thread espanhol noutras ocasiões, é bom ver que levaste avante a ideia de dar uma oportunidade ao Português!), este fim-de-semana foi passado em casa de uns amigos em São Paulo - a experiência é qualquer coisa de avassaladora.

    Se Lisboa tivesse metade da eficiência dos serviços públicos/transportes/etc. daquela cidade, nem sei. Ao contrário do Rio, não me senti uma única vez em perigo pelas ruas ainda que, claro, não seja boa ideia andar pelo centro ou periferia (se é que aquela cidade tem um centro e uma periferia) à noite.

    E a dimensão desumanizante daquele sítio não pode ser esquecida: a maior cidade em que já estive, como a maior parte dos europeus (que não viajaram até aos EUA) foi Londres, seguida de Paris: São Paulo faz qualquer um dos sítios parecer um vilarejo. É impressionante.

    Mas ao mesmo tempo - e pelo menos onde estive, que não deixa de ser uma zona nobre da cidade, mas oiço dizer que no geral a cidade, fora uns subúrbios complicados, é assim - a cidade consegue ter tantos espaços verdes e individualizados que impressiona.

    Depois de passar 2 meses no Rio, com umas idas ao Sul, encontrar uma cidade tão avançada é qualquer coisa de impressionante. Quem puder que visite e, falando em estereótipos dos povos latinos (e em particular dos brasileiros), veja todas as suas preconizações sobre o Brasil e os brasileiros a desintegrarem-se.

    E, para o Legio, no que respeita à variante brasileira da Língua Portuguesa - a colocação pronominal no formato que o Ludicus indicou é, certamente, mais comum no Brasil do que em Portugal, mas não é, de todo, omnipresente no Brasil:

    Uma coisa que me surpreendeu é a forma como o português de São Paulo soa mais "correto" aos meus ouvidos (chauvinistas? ) europeus, com os paulistas a conjugarem os verbos da mesma forma que nós portugueses conjugamos, etc, pelo menos mais frequentemente que os cariocas (naturais do Rio).

    Ainda assim, a colocação pronominal não deve anteceder o verbo, ainda que no Brasil, em particular, isso seja corrente - e em particular junto dos setores mais "populares" da sociedade. Mas se você ver a forma como os sinais de trânsito, no metro, nos livros, etc., estão escritos, concluirá que, aí, em termos formais, toda a gente escreve da forma como os verbos são conjugados no português europeu corrente.

    Deve parecer meio estranha a explicação mas é assim.

    Um bom filme brasileiro, se já viste o Cidade de Deus, é o Casa de Areia. Não tem nada, nada a ver com o Cidade de Deus (que é um grande filme, à Scorsese, o Fernando Meirelles é um realizador genial), aproximando-se muito mais do cinema francês, mas é, juntamente com o Cidade de Deus, o meu filme brasileiro (e, também, o meu filme em português) preferido.

    P.S - Ainda vou mudar o nickname, é só arranjar tempo para encontrar o thread
    Last edited by Vítor Gaspar; October 20, 2013 at 08:27 PM.

  7. #2027
    Ludicus's Avatar Vicarius Provinciae
    Citizen

    Join Date
    Sep 2006
    Posts
    11,146

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Vítor Gaspar View Post
    P.S - Ainda vou mudar o nickname, é só arranjar tempo para encontrar o thread
    Evita o "Maria Luísa..."

    E, para o Legio, no que respeita à variante brasileira da Língua Portuguesa - a colocação pronominal no formato que o Ludicus indicou é, certamente, mais comum no Brasil do que em Portugal, mas não é, de todo, omnipresente no Brasil:
    Isso mesmo. Um pequeno aparte, sendo o amigo Legio um homem culto e inteligente, não consigo compreender aquele estranho pendor para a direita, que lhe desequilibra a marcha. Mas podemos aproveitar. Ele manda-nos o Obama, e fica com o Passos Coelho.

    o Casa de Areia
    Esse passou-me.

    ---
    ... o aborto quando era clandestino
    A propósito, lembram-se/conhecem (d)o poema da Natália, escrito de improviso na Assembleia durante um debate sobre a legalização do aborto? O então deputado do CDS, João Morgado, argumentou: "O acto sexual é para ter filhos".
    Natália, de improviso, subiu à tribuna. O poema intitula-se "Truca-truca",

    "Já que o coito - diz Morgado -
    tem como fim cristalino,
    preciso e imaculado
    fazer menina ou menino;
    e cada vez que o varão
    sexual petisco manduca,
    temos na procriação
    prova de que houve truca-truca.
    Sendo pai só de um rebento,
    lógica é a conclusão
    de que o viril instrumento
    só usou - parca ração! -
    uma vez. E se a função
    faz o órgão - diz o ditado -
    consumada essa excepção,
    ficou capado o Morgado"

    Uma onda generalizada de gargalhadas obrigou à interrupção dos trabalhos.

    ---
    Knight of Heaven
    É curioso assistir às ideologias de direita dizendo que temos estado social a mais
    Estranho seria se não o dissessem. O Estado serve para dar uma mãozinha (protectora e maternal) ao capital quando este está em situações de aperto.
    De resto é um empecilho.
    --
    Continuo a pensar que a política da avestruz não nos serve. Devíamos parar de fingir que não percebemos que temos de programar a saída da CEE, por muito que isso nos custe ( e custa muito). Mas claro, aos interesses instalados o que interessa é "bangladishar"-nos.

    ------

    Última hora, o inimaginável acontece!!
    https://www.google.pt/url?sa=t&rct=j...54934254,d.ZG4

    Esta Rita Vasconcelos é descendente em primeiro grau do Miguel de 1640.
    Last edited by Ludicus; October 21, 2013 at 11:18 AM.
    Il y a quelque chose de pire que d'avoir une âme perverse. C’est d'avoir une âme habituée
    Charles Péguy

    Every human society must justify its inequalities: reasons must be found because, without them, the whole political and social edifice is in danger of collapsing”.
    Thomas Piketty

  8. #2028
    Legio_Italica's Avatar Lost in Limbo
    Civitate Gaming Staff Praefect

    Join Date
    Dec 2008
    Posts
    4,232

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Boicote View Post
    Bem, isso são ideias preconceituosas. Parece-me muito difícil encontrar um conjunto restrito de características que definam todos os americanos ou espanhóis. Da mesma forma, também é difícil encontrar duas ou três características que definam todos os portugueses ou todos os falantes de língua portuguesa.
    Ainda assim, os preconceitos que mais vezes são associados aos portugueses são a saudade (the word "saudade" has no direct translation in English. It describes a deep nostalgic feeling), a tristeza e a passividade. Caso não o saibas, nós vivemos uma depressão coletiva desde 1578: http://en.wikipedia.org/wiki/Sebastianism
    Tens razão. Eu sei um pocou de nostalgia nacional, embora não seja tan forte como “saudade.“ Em os EUA, muita da gente creem que os “dias de idade“ eram melhor que hoje em dia, ou que os “fundadores“ eram como deuses. É um pocou tolo, claro, mas amiúde, nossa história é a que ligue-nos juntos. É agradável, exceto quando crie
    fenômenos como o “Tea Party“
    Quote Originally Posted by Vítor Gaspar View Post
    Um bom filme brasileiro, se já viste o Cidade de Deus, é o Casa de Areia. Não tem nada, nada a ver com o Cidade de Deus (que é um grande filme, à Scorsese, o Fernando Meirelles é um realizador genial), aproximando-se muito mais do cinema francês, mas é, juntamente com o Cidade de Deus, o meu filme brasileiro (e, também, o meu filme em português) preferido.
    Obrigado Eu chequeo-lo (Como se diz “chequear/to check or check out“ em portugêse? Não posso encontrar traduções.)
    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    Evita....
    É provável que usar um nome como esse ire aos argentinos :
    Isso mesmo. Um pequeno aparte, sendo o amigo Legio um homem culto e inteligente, não consigo compreender aquele estranho pendor para a direita, que lhe desequilibra a marcha. Mas podemos aproveitar. Ele manda-nos o Obama, e fica com o Passos Coelho.
    Sou americano. Quase todos somos conservadores em comparação com os europeus

    Por isso, não sou seguro que possamos trocar presidentes já que senhor Coelho é um “democrata social

  9. #2029
    Ludicus's Avatar Vicarius Provinciae
    Citizen

    Join Date
    Sep 2006
    Posts
    11,146

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Legio_Italica View Post
    Por isso, não sou seguro que possamos trocar presidentes já que senhor Coelho é um “democrata social
    Está descansado, para o Passos Coelho o Tea Party é um partido de esquerda.
    Só lhe falta privatizar o ar.

    Última hora, o inimaginável acontece!!https://www.google.pt/url?sa=t&rct=j...54934254,d.ZG4
    Felizmente ninguém ensandeceu. Era um aperitivo irónico para a manifestação de 26.

    Quase todos somos conservadores em comparação com os europeus
    Isso é uma grande verdade, mas os democratas não são assim tão diferentes. Daí que Obama é por vezes mais apreciado na Europa que no seu país.

    É agradável, exceto quando crie fenômenos como o “Tea Party“
    Estamos de acordo. Começo a pensar que não és assim tão de direita como eu imaginava

    É provável que usar um nome como esse ire aos argentinos

    Os Argentinos adoram Evita. Museo Evita

    Bem, prefiro evitar a Maria Luís (é a ministra das finanças do governo de Vichy em Portugal) do que evitar... a Evita, que deixou uma marca notável na história. ( notável para mim, péssima para ti...)
    Last edited by Ludicus; October 21, 2013 at 04:07 PM.
    Il y a quelque chose de pire que d'avoir une âme perverse. C’est d'avoir une âme habituée
    Charles Péguy

    Every human society must justify its inequalities: reasons must be found because, without them, the whole political and social edifice is in danger of collapsing”.
    Thomas Piketty

  10. #2030
    Legio_Italica's Avatar Lost in Limbo
    Civitate Gaming Staff Praefect

    Join Date
    Dec 2008
    Posts
    4,232

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Ludicus View Post

    Os Argentinos adoram Evita. Museo Evita

    Bem, prefiro evitar a Maria Luís (é a ministra das finanças do governo de Vichy em Portugal) do que evitar... a Evita, que deixou uma marca notável na história. ( notável para mim, péssima para ti...)
    Exato. Por isso, não penso que os argentinos do TWC seriam feliz se alguém ussase o nome de Evita como pseudônimo : Mas eu não sou argentino. Talvez goste-los.... Não sei muito de ela, mas tampouco sei nenhuma razão que ela irrite-me
    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    Estamos de acordo. Começo a pensar que não és assim tão de direita como eu imaginava
    A princípio, (2009-2010) eu pensava que o Tea Party era um movimento maravilhoso contra da corrupção e desperdício despótico de dinheiro em nosso governo. Eu assistia às sessões em minha cidade. No entanto, desiludi-me rapidamente devido a algumas ideias suas que tinham o ar do racismo e falácias ideológicas. Por isso, seu plataforma nacional com o GOP era desastre. Assim, o Tea Party tinha algumas ideias boas, mas ao final, também tinha muito racismo e loucuras. Agora, esse "partido" dá vergonha à gente que quer falar de soluções reais para o país

  11. #2031
    Julius Isidrus's Avatar Centenarius
    Join Date
    Apr 2005
    Location
    Portugal
    Posts
    859

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    Última hora, o inimaginável acontece!!
    https://www.google.pt/url?sa=t&rct=j...54934254,d.ZG4

    Esta Rita Vasconcelos é descendente em primeiro grau do Miguel de 1640.


    "Abaixo as reformas!"

    "O verdadeiro estado da Nação"
    http://www.dn.pt/inicio/globo/interi...o=CPLP&page=-1

    Thema Devia - Português (Portuguese)

    Homo sum, humani nihil a me alienum puto

  12. #2032
    Vítor Gaspar's Avatar Protector Domesticus
    Join Date
    Jul 2009
    Location
    Mui Nobre e Sempre Leal Cidade de Lisboa
    Posts
    4,396

    Default Re: Português (Portuguese)

    A manifestação não era a sério

  13. #2033
    Ludicus's Avatar Vicarius Provinciae
    Citizen

    Join Date
    Sep 2006
    Posts
    11,146

    Default Re: Português (Portuguese)

    Pois, deu por isso... agora falta ver se a manifestação de 26 vai ter quorum, ou se já anda tudo abúlico.
    Felizmente ninguém ensandeceu. Era um aperitivo irónico para a manifestação de 26
    ---
    Legio
    No entanto, desiludi-me rapidamente devido a algumas ideias suas que tinham o ar do racismo e falácias ideológicas
    Pois claro
    Sabes, para perceberes melhor o contexto dos países agora em crise ( o nosso por exemplo) terias de viver aqui. O ser humano só percebe melhor certas realidades quando as vive. Não é o caso do nosso governo, que vive num outro mundo, completamente desfasado da realidade.
    Last edited by Ludicus; October 21, 2013 at 06:58 PM.
    Il y a quelque chose de pire que d'avoir une âme perverse. C’est d'avoir une âme habituée
    Charles Péguy

    Every human society must justify its inequalities: reasons must be found because, without them, the whole political and social edifice is in danger of collapsing”.
    Thomas Piketty

  14. #2034

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    Devíamos parar de fingir que não percebemos que temos de programar a saída da CEE, por muito que isso nos custe ( e custa muito). Mas claro, aos interesses instalados o que interessa é "bangladishar"-nos.
    O que é triste, é que pragmaticamente falando isto é o que faz mais sentido. Pelo menos sair do euro.
    It will be seen that, as used, the word ‘Fascism’ is almost entirely meaningless. In conversation, of course, it is used even more wildly than in print. I have heard it applied to farmers, shopkeepers, Social Credit, corporal punishment, fox-hunting, bull-fighting, the 1922 Committee, the 1941 Committee, Kipling, Gandhi, Chiang Kai-Shek, homosexuality, Priestley's broadcasts, Youth Hostels, astrology, women, dogs and I do not know what else.

    -George Orwell

  15. #2035
    Legio_Italica's Avatar Lost in Limbo
    Civitate Gaming Staff Praefect

    Join Date
    Dec 2008
    Posts
    4,232

    Default Re: Português (Portuguese)

    No entanto, desiludi-me rapidamente devido a algumas ideias suas que tinham o ar do racismo e
    falácias ideológicas
    ....Here I wanted to say something like "However I was quickly disillusioned because many of their ideas (of the Tea Party) reeked of racism and ideological fallacies....." Hope I didn't muck it up too badly.

  16. #2036
    Ludicus's Avatar Vicarius Provinciae
    Citizen

    Join Date
    Sep 2006
    Posts
    11,146

    Default Re: Português (Portuguese)

    Percebeu-se bem

    -------
    Já agora, mudando de assunto, é agradável ver internacionalmente reconhecidas a Biblioteca Joanina(1ª) e a de Mafra (4ª)
    The most spectacular Libraries in the World

    --
    fkizz
    que é triste, é que pragmaticamente falando isto é o que faz mais sentido. Pelo menos sair do euro.
    O que é pena...enfim. Mais de 90% do IRS serve para pagar juros da dívida. Assim não é possível.
    Ter um ministro das finanças supranacional? (Alemão ou obediente ao Bundestag) é perder por completo a independência, e se calhar sem qualquer benefício, porque já vimos o que dá estar dependente das decisões da Alemanha. Os Estados Unidos funcionam bem por motivos históricos e culturais. Têm até um patriotismo bem vincado, há um bandeira Americana em cada esquina. Mas não vejo como isso possa ser possível na Europa. Não se une assim do pé para a mão, artificialmente, nações tão diferentes. A antiga URSS e a Jugoslávia fizeram-se, sabemos porquê e como. E veja-se no que deu: o que se esperava.
    Last edited by Ludicus; October 22, 2013 at 07:01 PM.
    Il y a quelque chose de pire que d'avoir une âme perverse. C’est d'avoir une âme habituée
    Charles Péguy

    Every human society must justify its inequalities: reasons must be found because, without them, the whole political and social edifice is in danger of collapsing”.
    Thomas Piketty

  17. #2037
    Vítor Gaspar's Avatar Protector Domesticus
    Join Date
    Jul 2009
    Location
    Mui Nobre e Sempre Leal Cidade de Lisboa
    Posts
    4,396

    Default Re: Português (Portuguese)

    Curiosamente deixaram escapar o Real Gabinete Português de Leitura do Rio, que normalmente aparece nessas listas. Caso contrário teríamos três!

  18. #2038
    Ludicus's Avatar Vicarius Provinciae
    Citizen

    Join Date
    Sep 2006
    Posts
    11,146

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Vítor Gaspar View Post
    Curiosamente deixaram escapar o Real Gabinete Português de Leitura do Rio, que normalmente aparece nessas listas. Caso contrário teríamos três!
    É verdade. bem lembrado. O que me lembra o LordConsul.
    A propósito, alguém sabe do numerosdecimus? nunca mais apareceu...
    Il y a quelque chose de pire que d'avoir une âme perverse. C’est d'avoir une âme habituée
    Charles Péguy

    Every human society must justify its inequalities: reasons must be found because, without them, the whole political and social edifice is in danger of collapsing”.
    Thomas Piketty

  19. #2039

    Default Re: Português (Portuguese)

    Quote Originally Posted by Ludicus View Post
    fkizz
    O que é pena...enfim. Mais de 90% do IRS serve para pagar juros da dívida. Assim não é possível.
    Que deprimente... e para ajudar ao enterro deixo aqui esta (triste) notícia:

    Dívida pública portuguesa ascendeu aos 131.3% no segundo trimestre deste ano, a terceira maior na Europa.

    Portugal foi o terceiro país da Europa com maior dívida pública, durante o segundo trimestre deste ano. Segundo os dados hoje divulgados pelo Eurostat, a dívida pública portuguesa ascendeu aos 131.3%, entre Abril e Junho. Mais 3.8 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre deste ano e mais 13.1 pontos percentuais face ao período homólogo.
    fonte: http://economico.sapo.pt/noticias/di...pa_180050.html

    Tanto corte e tanta austeridade, e a dívida não para de subir. Enfim, é um espetáculo triste de se ver, a nossa economia aproxima-se do limite e está prestes a partir-se de vez. Não vejo razões nenhumas para conseguirmos evitar um segundo resgate.. E quero ver se ainda conseguem arranjar forma de culpar o sócrates pelo segundo resgate

    Ter um ministro das finanças supranacional? (Alemão ou obediente ao Bundestag) é perder por completo a independência, e se calhar sem qualquer benefício, porque já vimos o que dá estar dependente das decisões da Alemanha. Os Estados Unidos funcionam bem por motivos históricos e culturais. Têm até um patriotismo bem vincado, há um bandeira Americana em cada esquina. Mas não vejo como isso possa ser possível na Europa. Não se une assim do pé para a mão, artificialmente, nações tão diferentes. A antiga URSS e a Jugoslávia fizeram-se, sabemos porquê e como. E veja-se no que deu: o que se esperava.
    Estou completamente de acordo com a tua análise, mas as coisas ainda não aqueceram o suficiente para uma quebra do euro ou da união europeia, vai levar mais algum tempo. A grécia esteve próxima de explodir com a subida em votações do partido neo nazi "Aurora Dourada" tornar-se um dos 3 grandes, com mais intenções de voto lá do que o CDS-PP tem cá, mas entretanto já prenderam os líderes. Controlaram o sintoma, mas não a doença.

    Em França a Marine Le Pen também lidera as intenções de voto, tendo uma agenda anti-imigração e fazendo apelos anti europeus, que eu não percebo se é populismo ou se tem algo de verdade.

    O partido britânico independentista UKIP liderado pelo carismático e também rude Nigel Farage também é esperado de subir de poder brevemente. Os partidos britânicos mais tradicionais são forçados a adoptar retórica anti-europeia para manter/conseguir novos votos. Isto significa algo.

    A coisa já está quente, mas ainda não a escaldar, considerando toda a europa.
    Last edited by fkizz; October 23, 2013 at 10:13 AM.
    It will be seen that, as used, the word ‘Fascism’ is almost entirely meaningless. In conversation, of course, it is used even more wildly than in print. I have heard it applied to farmers, shopkeepers, Social Credit, corporal punishment, fox-hunting, bull-fighting, the 1922 Committee, the 1941 Committee, Kipling, Gandhi, Chiang Kai-Shek, homosexuality, Priestley's broadcasts, Youth Hostels, astrology, women, dogs and I do not know what else.

    -George Orwell

  20. #2040

    Default Re: Português (Portuguese)

    Esperado subir ou poder se calhar é uma frase muito forte... têm ganho alguma proeminência, mas nem de perto nem de longe parece ser a intenção de voto da maioria.
    No entanto deixas-te e fora o caso na Hungria.

    Tanto corte e tanta austeridade, e a dívida não para de subir. Enfim, é um espetáculo triste de se ver, a nossa economia aproxima-se do limite e está prestes a partir-se de vez. Não vejo razões nenhumas para conseguirmos evitar um segundo resgate.. E quero ver se ainda conseguem arranjar forma de culpar o sócrates pelo segundo resgate
    Mas é claro, é óbvio, e irá continuar a subir. É o que acontece quando se aplica esta austeridade, a uma economia já tradicionalmente sufocada e frágil, o que se está fazer é aquilo que os americanos chamam de "milking the cow" enquanto dá, não se trata de reformar o quer que seja.
    A falácia que se andou a viver acima das possibilidades lentamente fica a descoberto. É o que o problema não foi só esse, é ao contrário do que se pensa não foi exageros nos gastos e despesismo publico. Algum privado certamente, é apenas olhar o caso dos bancos e das instituições financeiras. Mas eu diria até que esse nem é o fundo da questão também. Corrupção é claro que têm a sua mão, mas corrupção existe em todo lado, não explica tudo. Custa aceitar, e a mim pessoalmente, mas cada vez mais o sonho europeu, é exactamente isso. Um sonho.

    No meu ver, esta é uma crise de todo a ocidente, que ao longo das décadas têm perdido industria e produtividade, e agora tem perdido a competição para Ásia, que é muito basicamente o futuro e o centro da economia mundial, disso não tenho dúvidas, não é por acaso que apenas os Países que se mantiveram fortemente industrializados são hoje exemplos de produtividade, quem apostou na economia de serviços, está hoje à rasca e dependente de outrem, os Estados Unidos, e Reino Unido Inclusive.
    Temos que agradecer a pessoas como Tatcher e Reggan e outros que pensavam que eram donos da razão. Mas enfim é Historia.
    Hoje vivemos num ocidente onde já existem pessoas que pagam para trabalhar à borla. ( estagiar neste caso) é um absurdo.

Tags for this Thread

Posting Permissions

  • You may not post new threads
  • You may not post replies
  • You may not post attachments
  • You may not edit your posts
  •